LACRAIA

Lacraias ou centopéias (Classe Chilipoda) são artrópodes que apresentam ampla distribuição, estando presentes em grande número no mundo todo. Atualmente, há 1100 espécies descritas, mas existem estimativas de que existam aproximadamente 2500 espécies. Para a região Neotropical, há cerca de 200 espécies descritas, das quais 150 estão no Brasil.

Biologia

Estes artrópodes terrestres apresentam corpo articulado, alongado e achatado, que se divide em duas partes principais (cabeça e tronco), com um número variável de segmentos apresentando um par de patas cada, sendo que o último tem função sensorial e/ou defensiva, além de um par de antenas. Possuem garras na cabeça utilizadas para injetar o veneno na presa, veneno este que não é letal para o homem, porém causa muita dor. De hábitos noturnos, seu corpo é adaptado para penetrar em frestas, onde se escondem durante o dia, preferem locais escuros e úmidos. Alojam-se em bromélias, sob pedras, folhas e cascas de árvores, em galerias subterrâneas e, eventualmente, dentro de residências. Os quilópodes são animais velozes, preferencialmente carnívoros, e se alimentam principalmente de pequenos artrópodes, minhocas, vermes e até mesmo camundongos e filhotes de pássaros. Para tal, capturam as vítimas ainda vivas e inoculam seu veneno a fim de paralisá-las. No entanto, também podem ter alimentação herbívora, com risco em potencial de provocar prejuízos econômicos, em casos de superpopulações. A maioria das espécies mede menos de 5 cm de comprimento mas algumas podem atingir 25 cm, e sua coloração é variada.  O sistema de reprodução é sexuado, as fêmeas colocam seus ovos e têm muito cuidado com eles.

Danos causados

Podem ocorrer acidentes com humanos em ambientes urbanos, na maioria das vezes ao manipular objetos onde a lacraia estava escondida. Edemas, acompanhados de dor instantânea e intensa, em alguns casos acompanhados de febre, náuseas e vômitos fazem parte da sintomatologia de acidentes com estes animais, devido ao seu veneno.  Para alívio da dor local, podem ser aplicadas compressas quentes, porém, o uso de analgésicos deve ser feito sob prescrição médica. Além disso, são também de importância econômica, comprometendo lavouras, plantas de estufas e cultivos de minhocas.

Bibliografia

www.biota.org.br

www.fiocruz/biosseguranca/Bis/Infantil/topo.htm